segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Resenha: A Cor da Magia

Você sabia que a cor da magia é uma cor chamada octarina, um curioso tom de roxo amarelo esverdeado fluorescente? E que o número da magia é oito? É o que diz o mago Rincewind neste excelente livro de ficção fantástica. A Cor da Magia é o primeiro livro da série Discworld, de Terry Pratchett. São livros raros de encontrar no mercado; só tenho esse volume graças a meu amigo Alexandre, que achou numa livraria por aqui e me deu de Natal — três meses depois, como de hábito.
A série é a respeito de um mundo em forma de disco sustentado por quatro elefantes equilibrados no casco de uma tartaruga gigante. O livro começa quando um turista excessivamente ingênuo chamado Duasflor chega a uma cidade e conhece o já citado mago Rincewind, um feiticeiro com tanto talento para magia quanto um físico, mas que tem uma habilidade especial para falar vários dialetos. É assim que ele conhece o turista e termina se vendo na obrigação de acompanhá-lo pela sua viagem ao longo do disco.
O humor de Terry Pratchett já aparece na simples maneira de criar os personagens, desde seus nomes às suas personalidades. Mas o que dá o toque especial ao livro é a ironia com a qual ele é narrado, comparável talvez ao Guia do Mochileiro das Galáxias. Sem falar nas teorias mirabolantes, nas explicações sobre as estações do ano, escritas no rodapé da página — ocupando mais da metade dela —, num baú de viagem extremamente voluntarioso e nas traduções hilárias do idioma do turista para o do mago. Sério, as traduções me fizeram passar horas rindo sozinha.
O livro A Cor da Magia está classificado no meu skoob como um dos meus livros favoritos. Agora, só me resta encontrar os outros da série.

#MemeDasAntigas: Dia 06/12 – Meu livro favorito em 2010

8 comentários:

tati_nanda disse...

aahhh eu quero esse livrooo
é do tipo que eu gosto..
*__*
mas vc disse q é dificil encontrara
:S

bjoo

http://zonzobulando.blogspot.com/

Bruno Portella disse...

Beeem interessante.

Faz tempo que to flertando com o Pratchett. Acho que vou gostar!

Luciano A.Santos disse...

Marina,

Tanho muita vontade de ler esta série, mas a Conrad, ao mesmo tempo que possui livros bem interessantes, tem também uma péssima distribuição. Já tentou dar uma olhada no site da editora? Sempre tem alguma promoção por lá.

Grande abraço.

Larissa Bohnenberger disse...

Cara, amei! Eu tô dizendo, quando terminar este meme vou estar com uma lista de coisas pra comprar, principalmente livros. Estou anotando várias indicações!

Otavio Oliveira disse...

GENTE. q legal hehe.
boa dica :)

Frederico Toscano disse...

Sempre quis ler o Discworld, de Terry Pratchet. Já imaginava que devia ser o equivalente fantasioso ao escracho cômico sci-fi do Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams, aliás, também britânico, aliás, também altamento recomendado. Mas realmente, não é nada fácil de encontrar, embora eu já tenha visto algumas edições em sebos no centro da cidade.

Sem dúvida, é uma série que já merecia uma adaptação ao cinema, assim como o guia do Mochileiro.

;)

http://oblogdareclamacao.blogspot.com/

Larissa Bohnenberger disse...

Marina, eu vou te matar! Esse livro não existe em lugar nenhum, aaaaaahhhhhhhhhh! Tô tendo um filho, já!

Larissa Bohnenberger disse...

Tem alguns volumes disponíveis no site de compra online da própria editora Conrad:

http://www.lojaconrad.com.br/lojas/CONRAD/__Home.cfm

Tô tentando alguns sebos. Tô frustrada porque hoje saí com uma lista de livros pra comprar e não consegui nenhum deles! Mas aí neste site tem alguns, dá uma olhada!

Bjs!