domingo, 18 de novembro de 2012

Para recordar: Um mundo em duas palavras

Duas pessoas diferentes. Duas pessoas que se completam.


Um conto sobre palavras: não ditas, a dizer, faladas até a exaustão. Palavras escritas. Um conto sobre convivência, defeitos e compreensão. Um conto sobre amor. Um amor real, não aquele dos contos de fada. Um amor que resiste ao tempo. Um amor que existe. Um amor em que eu acredito.


Comentem. Compartilhem. Amem.

Imagem: Flickr

3 comentários:

Eduardo Trindade disse...

Revi o que eu nem lembrava - já tinha lido esse texto quando ele era recém-nascido... É curioso o que as palavras causam em nós, leitores ou autores, quando as revisitamos. E é muito bom saber que a palavra, sendo de amor, continue forte.
Abraço grande para ti, guria.

Marina disse...

É muito bom ter você por aqui desde sempre, Edu. Beijos!

Guilherme Ramos disse...

Oi!!!!

Passa pelo meu blog, tem conto novo por lá:

http://prosopoetica.blogspot.com.br/2013/04/aquela-blusa.html

Abraço!

Guilherme.