sexta-feira, 1 de abril de 2016

Trecho de um prólogo qualquer

— Oi.
Com o susto, os olhos úmidos da menina se arregalaram e procuraram nervosamente a origem da voz. Vinha do outro lado da cerca, de onde aparecia somente a cabeça de um menino de cabelos despenteados e olhos cinzentos. Ela não gostava de chorar na frente das pessoas e ficou com vergonha do seu espectador.
— Quem é você?
— Eu moro aqui do lado. Meu nome é Lucas.
Ela não disse nada. Com os olhos, procurou seu anjo, que havia desaparecido, com o surgimento da cabeça inconveniente por cima da cerca-viva.
— Qual é o seu nome?
Ela voltou a olhar para ele, sentindo-se um pouco contrariada, tanto pela insistência do garoto, quanto pelo sumiço do seu anjo.
— Cecília.
— Seu irmão está doente, não é?
Os olhos de Cecília encheram-se de água e ela mordeu o lábio, fazendo força para não chorar.
— Não, Nate está bem — ela disse, com grosseria.
Lucas ficou confuso.
— Não foi o que a minha mãe disse.
— Ele só está dormindo — Cecília apressou-se a explicar. — Ele vai acordar logo.
E com a escassa sabedoria de sua pouca idade, Lucas entendeu. E teve pena.
— Claro que vai.
— Ele sempre dorme muito, é normal.
— Ele deve gostar muito de você.
— Não sei, ele gosta de esconder minhas bonecas.
— Ah, aposto que é só de brincadeira. Pode perguntar à sua mãe, ela vai dizer.
O bico que Cecília fazia para não chorar ficou maior.
— Minha mãe não fala.
Lucas inclinou a cabeça pro lado.
— Ela é muda?
— Ela não fala nada desde que Nate começou a dormir.

--

Este não é exatamente um primeiro capítulo, como pede a blogagem coletiva; na verdade é um trecho que eu tinha intenção de colocar no prólogo. A história era uma fantasia sobre anjos, que eu comecei bem antes de livros com essa temática entrarem em moda. Parei porque tinha outra na agulha (sempre escrevo mil histórias de uma vez) e depois não continuei mais porque o tema ficou batido. Mas gosto desse trecho. Gosto do primeiro capítulo também. Talvez eu ainda publique aqui, só que é bem maior, aí achei que ficaria um post grande demais.

--
Essa é uma blogagem coletiva de abril do grupo Blogs Up, com o tema "Primeiro capítulo da história que você não terminou (e o motivo de ter abandonado)".

Imagem: Fotolia

4 comentários:

Misa disse...

Fiquei curiosa... Eu costumava escrever alguns contos, mas também desanimo quando o tema fica batido.

Lihz Stos disse...

Meu Deus, que triste!

Lari Bohnenberger disse...

Noooossa, fazia tanto tempo que eu não visitava blogs que me deu uma nostalgia tão gostosa agora... Que bom que tu ainda está escrevendo por aqui, Marina! Saudade...

Bjos!

Lis Martins disse...

tenho também algumas historias somente com prologo ou todos os capitulos delineados mas somente não me deu mais vontade de escrever. estou voltando aos poucos a escrever.

mas foi triste o prologo que postou.

beijos,lis

http://blablabladalis.blogspot.com.br