sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

Alguém vai me matar se eu disser que achei Harry Potter and the Cursed Child, o oitavo livro de Harry Potter, uma grande bosta? Sério, gente. Não é segredo para ninguém que eu sou uma grande fã da série e todo mundo que me segue aqui sabe disso. E talvez por isso mesmo eu tenha achado o livro tão ruim.

A história é escrita em formato de peça, é claro, isso você já sabe. Para mim, tira metade da graça, mas vamos lá. E se passa logo após o epílogo do sétimo livro, quando o filho de Harry, Albus Severus (ow, nome triiiiste), vai estudar em Hogwarts. Você vai até curtindo no início, até porque é apresentado ao único personagem realmente interessante no livro inteiro: Scorpius. Mas aí alguém menciona um vira-tempo que está perdido por aí, em algum lugar, e você perde totalmente as esperanças.

Fora isso, eles mudaram a personalidade de alguns personagens. Harry faz coisas que não combinam em nada com seu caráter, assim como Hermione e Draco. E Ron é reduzido ao papel de alívio cômico. Acho que ficaram sem saber o que fazer direito com ele. Sem falar que Albus Severus é um personagem tão chato quanto seu nome.

Apesar disso tudo, tenho que admitir que tive algumas surpresas boas. Não dá para contar sem dar spoiler, mas digamos que um personagem que havia morrido faz uma aparição, uma participação especial. Eu fiquei feliz com essas poucas e nostálgicas páginas. Tenho certeza que muita gente ficou também.

Para mim, o livro ficou no nível de uma fanfiction. E depois eu descobri que, na verdade, é realmente uma fanfiction. Não foi J. K. Rowling que escreveu; ela só contribuiu em alguma coisa e aprovou o resultado. O que me leva a questionar por que ela mesma não escreveu, já que até adaptação em filme estão cogitando fazer. Eu sei, ela está rica e não precisa escrever mais nada na vida, se não quiser. Mas que eu gostaria, eu gostaria. Um livro dos marotos ou um livro sobre Dumbledore não seria nem um pouco ruim, né não?

No final, não é questão de recomendar o livro ou não. Quem é fã vai ler. Tem gente que até gostou e deve estar me xingando nesse momento. Bem, foi mal aí, gente. Mas o livro é bem ruim.

--


Resenha para o Desafio Literário de 2016, com o tema: "sobre magia". Para saber mais sobre o Desafio, clique aqui e participe.

6 comentários:

Allana Império disse...

OK, Estou definitivamente triste sobre o livro, para você ter sido tão ruim, a gente cria tantas expectativas só para elas irem esgoto abaixo. Maaaas, também acho bom por um pontinho: sinceridade. Não adianta mesmo fingir que gostou, gosto é gosto. Enfim, ainda não li, mas obrigada pela sinceridade.

Blog Insaturada
Facebook
Instagram do blog
Instagram Pessoal

Marina disse...

Allana, espero que você tenha uma impressão diferente da minha. Fiquei feliz quando soube que algumas pessoas gostaram, mas eu pessoalmente não gostei =/

Vy disse...

A história é ruim mesmo. Fugi de todos os spoilers possíveis, li com toda a sede e me decepcionei. A parte de ser uma peça de teatro não me incomoda. Me incomoda a história toda do vira tempo e do personagem novo lá. ARGH! Agora esperamos que Animais Fantásticos seja realmente tão fantástico quanto os trailers...

Marina disse...

Esperamos, Vy. Estou com expectativas tão altas que está me dando medo.

Viviane Oliveira disse...

Mari, estou mega curiosa sobre esse livro que não faz ideia.
Harry Potter me encanta desde os meus 13 anos de idade ❤️

Beijos e adorei o post!

Marina disse...

Vivi, Harry Potter me encanta desde sempre também.
Espero que você goste do livro mais que eu.